quarta-feira, 27 de julho de 2011

Doida demais (aceita-se, também, com acento agudo no i)

Eu não vou à parque de diversões pra ir em carrossel. Pra que eu haveria de amar se fosse pra permanecer sã?

Quantas pessoas já não me julgaram por causa disso... Quantas vezes não ouvi, por quererem, e sem quererem, como a Ana Paula é doida, né. E eu não vou - nem você vai - dizer que não doeu. Doeu...
Mas a dor é um mero erro de cálculo na intensidade de um prazer. É só prazer demais. A louca...

Sim. Nós já estamos cansadérrimos de saber que tudo que é demais... enjoa? Também. E prejudica. Por que, então, nunca paramos para pensar que prazer demais, que é uma coisa praticamente fisiológica por inteiro, nos prejudique fisicamente (=dor)? Que a dor (não toda, calma, gente...), muitas vezes, seja esse tal prazer transfigurado, proveniente dos momentos em que perdemos a mão na hora de (ab)usar dele? Num tá fazendo o menor sentido pra você? Pensa sexulamente e ficamos por isso mesmo.

Mas sem nos esquecermos do outro lado. Tem o outro lado! Tem você. Você, que tá no carrossel do amor faz hoooras, balançando, prepotente e negativamente, a cabeça pra mim, que vôo descabelada, no brinquedo ao lado, gritando, de ponta cabeça, rodando no ar... Você vai doer. Vai doer, também. Porque, querido, tenho uma novidade pra você: prazer de menos também dói.

E prefiro, imensamente, pressionar o botãozinho do amor até quebrar, e explorar todo o seu prazer até doer do que igualmente sofrer por causa de um prazerzinho de comédia romântica. Doer porque me lembram constantemente pela falta de mão no amor... E daí?

Você realmente achou que aquilo que come metros e metros de gravata ou que tem lealdade com quem o mata fosse coisa de carrossel? Ah, vá. Acorda e troca de brinquedo, guri(a).

4 comentários:

Ticiana Araujo disse...

Ana, só agora me dei conta desse blog aqui!
Já estou adorando tbm!
Beijão

Alice Agnelli disse...

carrossel é um brinquedo bonitinho, mas meio tosqueira.

pensa, vc fica rodando sem sair do lugar - e nem dá friozinho da barriga.

!! Feminina e Vaidosa !!! disse...

Agora que percebi que vc tem 2 blogs (ai que lerda) Vc escreve muito beeeem! Amei, já fui muito doida e muito doída no amor, já me joguei, ja me ferrei e hoje estou dando um tempo ao tempo kkk
Ei, vc é bailarina, conhece a Debora (mestiça) ?
beijossssss

Ana Paula Saltão disse...

Eu dancei com uma Débora. A gente chamava de Piu-Piu.. Será que é a mesma?